top of page
  • Ivye Muniz

O que é private label e como funciona esse modelo de negócio?


Nos dias de hoje, as empresas enfrentam uma concorrência feroz, com muitos players disputando o mesmo espaço de mercado. Com tantas opções disponíveis, os consumidores tornaram-se cada vez mais exigentes. Esse cenário pede uma proposta de valor clara e diferenciada. É aí que entra o Private Label ou marketing de marca própria.


Essa é uma estratégia de negócios que consiste em vender produtos produzidos por terceiros com a sua própria marca, oferecendo artigos de alta qualidade sem precisar se preocupar com a produção. Quando um supermercado oferece produtos com a sua marca, ele está fazendo uso do Private Label, assim como quando uma loja disponibiliza para o cliente um cartão de crédito.


Segundo dados da Associação Brasileira de Marcas Próprias e Terceirização (Abmapro), entre janeiro de 2019 e janeiro de 2022, o consumo dos brasileiros com Private Label aumentou mais de 22%. Esses índices são explicados devido a inflação que levou os consumidores a buscarem produtos mais baratos. De acordo com a Abmapro, o consumidor consegue comprar até 120% mais itens pagando até 30% menos se optar pelo Private Label. E as marcas não saem perdendo, porque elas aumentam os lucros devido ao consumo e cortam custos de produção, sem que isso afete a qualidade dos produtos.


Mas o Private Label é bem mais do que apenas colocar uma etiqueta com o nome da empresa no que tange o aspecto estratégico e de marketing. É preciso desenvolver uma estratégia sólida que contemple a criação de uma marca forte e memorável, além de procurar por fabricantes confiáveis, já que é a sua marca que estará vinculada a ele e você não deseja manchar a imagem da sua empresa, não é mesmo?


Ao utilizar essa estratégia, as empresas podem criar produtos exclusivos que refletem a identidade do negócio e sejam atrativos para os clientes. Um outro ponto positivo é a oportunidade de coletar dados sobre o comportamento do consumidor e utilizá-lo para melhorar e personalizar o seu produto/serviço. Por exemplo, ao oferecer um Private Label como o cartão de crédito, o efeito pode ser excelente, já que é uma forma de pagamento muito popular e procurada. Isso ajuda a aumentar a fidelidade dos clientes e a presença da marca, uma vez que como o cartão está vinculado a marca, toda vez que o cliente usar, estará fazendo uma divulgação "gratuita". Além disso, outra vantagem é oferecer benefícios exclusivos para os seus clientes, como descontos em compras realizadas pelo cartão e programa de pontos, aumentando a lealdade dos clientes e incentivando o retorno à sua loja.


Resumidamente, o Private Label é uma estratégia poderosa para alavancar o sucesso do seu negócio. Com ele é possível se destacar, desenvolver uma marca forte e ainda controlar os custos. Portanto, ofereça aos seus clientes produtos e serviços de alta qualidade, faça com que ela seja lembrada positivamente e alcance novos voos com a sua empresa.




Comentarios


bottom of page